• MAX FERCONDINI

Diário de Bordo - 22


Diário de Bordo - DIA 22

(16/12/2018)


Posição: 014 01 N 60 59 W

Milhas navegadas: 60 nm

Milhas para chegar: 0 nm

Velocidade média para o destino: 6.0 nós


Era 3h da manhã e Alexandre e eu estávamos no cockpit acompanhando o GPS que nós indicava a chegada em Saint Lucia. Tínhamos ligado o motor para dar uma carga nas baterias e, na hora de desligar o Alexandre reparou que o comando de engrenagem travou, nos impossibilitando de colocar o barco para andar para frente ou para trás. Era tudo o que nós precisávamos depois de tantas milhas percorridas pelo oceano Atlântico, logo na chegada no Caribe. Resolvemos que teríamos que abrir o sistema para tentar destravar o pino que fica no centro do comando de potência do motor. Utilizamos uns três tipos de alicates diferentes e, só depois de muito jeito (e não força), conseguimos sacar para fora o maldito pino. Graças a Deus não precisamos pedir para sermos rebocados na entrada da marina em Saint Lucia. Seria muito desagradável, mas totalmente aceitável se não tivéssemos outra solução.

Foto do momento exato que cruzamos a linha de chegada após 21 dias, 22 horas e 17 minutos

Avistamos terra depois de 21 dias no mar, exatamente às 6h da manhã. As luzes das ilhas de Martinica, ao norte, e Saint Lucia, ao sul, eram os sinais mais esperados durante a noite. Agora a nossa atenção estava redobrada, pois na passagem entre as duas ilhas o movimento de barcos é intenso, apesar do horário em que estávamos chegando. Às 9h da manhã descemos para começar a nós equipar para a manobra de cambagem. Precisávamos sair do rumo 235 graus para o 180 graus. Às 9h40 Alexandre e eu fomos para a proa descer o pau de spinnaker. Mirella ficou no cockpit monitorando o rumo no piloto automático, enquanto fazíamos esse trabalho. Tiramos o PREVENTER preso na retranca que protegia o mastro no caso de um jaibe forçado e voltamos todos para o cockpit. O barco estava pronto para cambar.

Com apenas 2 milhas náuticas para o nosso destino, chamamos o comitê do RALLY na linha de chegada, como mandava o protocolo da regata, informando que estávamos na iminência de cruzar as boias que sinalizavam o fim da travessia. Após 21 dias, 22 horas e 17 minutos no mar, sem contato com qualquer outra pessoa, Mirella, Alexandre e eu sentíamos realizados por cumprir a meta de um sonho. O que compartilhamos durante esse tempo todo no mar, com certeza ficará para sempre em nossos corações.

Alexandre e Mirella contemplando o feito de cruzarem o Atlântico

Deixar o conforto e segurança da terra firme nos dias de hoje poderia ser menos relevante se pensarmos nos primeiros e corajosos homens que cruzaram o Atlântico para descobrir a América, em um tempo onde nem ao menos podia-se saber se existia terra ou não do lado de cá. Nesta edição da ARC, centenas de pessoas tiveram o mesmo ímpeto dos navegadores do passado. Cada um de nós, que escolheu se lançar ao mar Oceano, como os portugueses chamavam o Atlântico, tinha um objetivo a superar. Para nós três, essa foi uma viagem sem precedentes. Nós podemos dizer orgulhosos que conquistamos o mérito de estar onde estamos e de fazer o que fizemos.

Velejando pelas últimas horas que nos separam do nosso destino no Caribe

Como amigos, vivemos momentos que ficarão para sempre guardados na memória. Confiamos uns nos outros para encarar o desconhecido e vencemos unidos, cada um com sua contribuição especial para o bem de todos. A ANANTA, nome dessa valente embarcação que nos conduziu até aqui, surpreendeu com sua segurança e estabilidade ao navegar por tantos dias seguidos sem reclamar. Foi ela que fez a tarefa maior de cruzar essa "poça" de água, navegando incessante até o destino. De tudo que se passou conosco, preservam-se às únicas coisa que ninguém poderá nos tirar: a amizade e a experiência de atravessar um mundo de água chamado Oceano Atlântico. Daqui pra frente, o mundo ficou menor e nosso tempo na Terra tem um significado diferente. Que os bons ventos continuem nos levando a lugares tão especiais quanto esse que descobrimos juntos a bordo.

Posição: 14 01 N 060 59 W

0 visualização

© 2019 por Max Fercondini

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Twitter Icon
  • White Vimeo Icon